Wilson Sons comemora 21 anos do Tecon Salvador com mais de 3 milhões de contêineres movimentados

Nessas duas décadas, a companhia investiu mais de 918 milhões no terminal de contêineres do porto baiano  

A Wilson Sons está celebrando o aniversário do Tecon Salvador, que completa 21 anos de atuação esse mês. Desde que iniciou suas operações, o terminal movimentou 3.243.827 contêineres, o que corresponde a 5.109.497 TEU (unidade equivalente a um contêiner de 20 pés). Além disso, vem realizando investimentos e melhorias, consolidando-se como um dos mais importantes terminais do país e uma das instalações mais competitivas na América do Sul. O Tecon Salvador possui cerca de 1400 clientes importadores e exportadores, além de receber as principais linhas que escalam o Brasil, oferecendo serviços semanais para todos os trades do mundo a partir de 09 grupos de armadores.

Ao longo dessas mais de duas décadas, a Wilson Sons investiu continuamente em infraestrutura, compra de equipamentos, sistemas “state of the art” e treinamento da equipe do terminal. Com arrojada infraestrutura aliada à logística 4.0 e padrões ambientalmente sustentáveis, dispõe de equipamentos equiparáveis aos mais modernos presentes na atividade portuária mundial, a exemplo da sua frota de 06 STS Super Post-Panamax, 3 STS Panamax e 16 RTGs, todos com sistema de regeneração de energia.

Neste ano, está finalizando a ampliação do berço de atracação, que passa de 377 metros para 800 metros, além da pavimentação de 30.000 m² de retroárea adicionais. O projeto, iniciado em 2018, demandou investimentos de R$ 443 milhões. Até 2050, serão investidos mais R$ 272 milhões em obras de expansão da unidade, totalizando R$ 715 milhões.  A fase atual de investimentos é realizada com 100% de recursos próprios e empregou aproximadamente 700 profissionais diretos e 2.100 indiretos, sendo 90% dos contratados moradores de Salvador e cidades vizinhas.

“A história da Wilson Sons na Bahia soma quase dois séculos. A companhia começou suas atividades  no  porto de Salvador e chegou a ser responsável por prover 70% do carvão mineral importado para a geração de energia em todo o Brasil. Em 2000, a inauguração do Tecon Salvador renovou a nossa presença no estado. Hoje, somos o maior hub de logística portuária do norte e nordeste, atendendo as principais linhas marítimas do comércio exterior, além de termos um papel fundamental para o desenvolvimento da economia do estado e atração de novos negócios ”, destaca Demir Lourenço, diretor executivo do Tecon Salvador.

Pronto para receber os navios New Panamax

Com as obras de expansão, o terminal passa a contar com 800m de cais linear, podendo atender, simultaneamente, dois navios New Panamax, os maiores porta-contêineres que deverão começar a escalar a costa brasileira em futuro próximo, com 366 metros de comprimento e capacidade para transportar até 14 mil TEU.

Desde 2018, o Porto de Salvador conta com autorização para operar esse tipo de embarcação e dispõe de condições especiais, sem restrições de navegabilidade, por apresentar características ambientais e infraestrutura exigidas pela Marinha.

Os navios de grandes dimensões são uma tendência mundial e, em breve, serão padrão na navegação mundial. Recentemente, o Porto de Santos conseguiu homologação para operar com embarcações de 366 de comprimento, o que deve atrair novos serviços marítimos para a costa brasileira.

“Os investimentos em infraestrutura no Tecon Salvador são fundamentais para que a Bahia integre o itinerário dos New Panamax e siga posicionada estrategicamente entre as principais rotas comerciais do mundo. Com os novos parâmetros, importadores e exportadores dos estados da Bahia, Minas Gerais, Tocantins, Maranhão, Piauí, Pernambuco e Sergipe passam a ter mais opções para receber ou enviar mercadorias ao mercado internacional pelo porto da capital baiana”, destaca Lourenço.

Desempenho 2020

No ano passado, o Tecon Salvador movimentou 342.398 TEU, um crescimento de 2,4% em relação a 2019, quando foi registrado o recorde de 334.448 TEU. Entre os grandes destaques do ano, está a exportação de frutas, modalidade em que o terminal baiano liderou, no Nordeste, o embarque de manga e uva durante a safra no segundo semestre, com 34% do mercado

A expertise do Tecon Salvador no recebimento de cargas superdimensionadas (break bulk), como componentes para o segmento de energia renovável, é outro destaque de 2020. No período de janeiro a dezembro, o terminal recebeu  componentes eólicos para a implantação de um parque eólico com quase 300 torres, como pás, hubs e nacelles, para projetos de energia no estado do Piauí, onde está sendo construído o maior parque eólico da América do Sul.

Houve ainda um incremento de 5.619 TEU em cargas de novos clientes no ano passado. Destacaram-se também os segmentos de alimentos (+36%), celulose e papel (15%), além de bebidas (+104%) em relação ao ano anterior.

O Tecon Salvador é hoje um dos mais importantes instrumentos de atração de novos negócios e de investimentos para o estado da Bahia.  Dispondo da Via Expressa Baia de Todos os Santos, que garante  acesso exclusivo à BR-324, principal rodovia federal que liga Salvador aos demais estados brasileiros, opera uma área de 163.200 m² e tem capacidade para movimentar 552 mil TEU por ano. Possui 06 guindastes de cais STS (Ship-to-Shore) Super Post-Panamax e 03 guindastes STS Panamax, 16 guindastes de pátio RTG (Rubber-Tyred Gantry),05 reach stackers, 03 side loaders e 44 terminal tractors. Conta ainda com o sistema operacional Navis N4, líder global em gestão de terminais portuários.

Siga as nossas redes sociais!

Mais Recentes

CONTATO

Fale conosco!

Copyright 2021 © AC COMUNICAÇÃO | Todos os Direitos Reservados