Requalificação do palacete sede da Associação Comercial da Bahia será concluída até 2023

As intervenções da sede bicentenária estão sendo feitas por meio do programa Viva Cultura (Fundação Gregório de Matos), e tem a fase atual patrocinada pelo Tecon Salvador, unidade de negócios da Wilson Sons.

O palacete bicentenário, sede da Associação Comercial da Bahia (ACB), entidade de classe mais antiga das Américas e da Península Ibérica, passa por ampla requalificação, com projeto dividido em três etapas e previsão de conclusão até 2023. O plano de intervenções vem sendo viabilizado por meio do programa Viva Cultura, da Fundação Gregório de Matos, instituição ligada à Prefeitura Municipal de Salvador, e conta na fase atual com o patrocínio do Tecon Salvador, unidade de negócios da Wilson Sons.

A história da Wilson Sons com a ACB teve início ainda em 1837, quando o primeiro escritório da empresa foi aberto no prédio da associação. Durante quase todo o século XIX, pelo menos 70% de todo o carvão utilizado no Brasil para geração de energia chegava através do Porto de Salvador, por meio da Wilson Sons. “Em dezembro de 1999, o Grupo escreve mais um capítulo importante na sua relação com a atividade econômica da cidade, ao vencer a licitação para administrar o terminal de contêineres da capital baiana. Nessa trajetória, a ACB sempre foi uma aliada e incentivadora para o êxito dos negócios que levariam a Bahia a uma posição de destaque, tornando-se, hoje, o mais eficiente terminal logístico portuário do país, conforme ranking do Banco Mundial. A associação é um patrimônio histórico de todos os baianos e poder apoiar esta obra de restauração é um importante legado para toda a nossa comunidade”, relata Demir Lourenço, diretor executivo do Tecon Salvador e membro do Conselho Superior da ACB.

A fase atual das obras no palacete (2ª etapa) inclui impermeabilização do patamar da frente e fundo do prédio (importante intervenção para sanar as patologias resultantes de infiltrações no subsolo), limpeza e pintura do gradil que circunda o fundo, limpeza e obduração de lacunas nos azulejos, limpeza das escadarias e de todos os elementos decorativos, entre outras intervenções, executadas pela empresa Studio Argolo. Na terceira etapa serão realizadas a requalificação das salas no subsolo, implantação dos equipamentos de acessibilidade (rampas e elevador), revisão das instalações elétricas e hidráulica, iluminação cênica da fachada e instalação da segurança eletrônica.

“Todo esse esforço da nova gestão, com o apoio da nossa Diretoria Executiva, Diretoria Plenária, Conselho Superior e Associados, vai deixar um marco para a Cidade de Salvador e o Estado da Bahia, como referência na defesa dos interesses do setor empresarial, consolidando a ACB como a grande Casa do Empresariado Baiano”, reforça o presidente da ACB, Mário Dantas.

Carlos Gantois, vice-presidente da ACB, destaca que a inciativa visa contribuir para que o paço da ACB volte a ocupar seu lugar como espaço histórico com todos os requisitos necessários para as atividades empresariais e socioculturais, incluindo visitação e exposições de linguagens diversas, ampliando, assim, sua capacidade de atendimento ao público e tornando-a autossustentável.

Localizado no Comércio, o palacete sede da ACB faz parte do Centro Antigo da Cidade, atualmente revitalizado com obras de requalificação urbana, implantação de roteiro de artes e instalação de equipamentos culturais, como o Museu da Casa da Música, Arquivo Público Municipal, Centro de Economia Criativa e Museu da História de Salvador.

Mais Recentes

CONTATO

Fale conosco!

Copyright 2021 © AC COMUNICAÇÃO | Todos os Direitos Reservados