Porto de Salvador é o mais eficiente do país, de acordo o índice global de desempenho de contêineres do Banco Mundial e IHS Markit

Terminal de contêineres operado pela Wilson Sons completa 22 anos, comemora conquistas e mira no futuro.

O Tecon Salvador, unidade de negócios da Wilson Sons, chega aos 22 anos integrando o porto brasileiro mais eficiente, de acordo com o Índice Global de Desempenho Portuário de Contêineres (CPPI), divulgado pelo Banco Mundial e IHS Markit. O porto da capital baiana também é o único representante brasileiro a figurar entre os 50 melhores do mundo. O ranking utiliza dados de escalas portuárias de armadores que respondem por 80% da capacidade global da frota de contêineres.

“É um orgulho para nós contribuir ao longo desses 22 anos com o Porto de Salvador, berço original da Wilson Sons desde 1837, hoje reconhecido como o mais eficiente do Brasil em movimentação de contêineres. O propósito de nossa atuação é justamente desenvolver e prover soluções de alto valor para nossos clientes e a nossa comunidade de forma sustentável e inovadora”, diz Demir Lourenço, diretor executivo do Tecon Salvador.

Desde 2000, a Wilson Sons investiu mais de R$ 900 milhões no Tecon Salvador, sendo R$ 443 milhões apenas nos últimos dois anos. Com a recente ampliação do berço de atracação, que passou de 377 metros para 800 metros, o terminal poderá receber, simultaneamente, dois navios New Panamax, os maiores porta-contêineres do mundo, uma tendência do comércio mundial.

O bom desempenho também se traduz em números. Em 2021, a unidade de negócios da Wilson Sons apresentou crescimento de 10% na movimentação de cargas em relação a 2020. Entre janeiro e dezembro do ano passado, recebeu 376,4 mil TEUs (unidade de medida equivalente a um contêiner de 20 pés), o maior volume já movimentado desde o início das atividades da unidade.

As cargas superdimensionadas (break bulk), como equipamentos para o segmento de energia renovável, têm se destacado no terminal. Em 2021, desembarcaram 13 mil TEUs de equipamentos destinados a projetos de energia solar, alta de 78% em relação ao ano anterior. As cargas em geral registraram aumento de 90%, com a chegada de 64 mil toneladas de trilhos da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol).

“Os investimentos e a atuação focada na experiência dos nossos clientes ao longo dessas mais de duas décadas fizeram com que chegássemos à posição de um dos mais competitivos terminais de contêineres da América do Sul. Essas conquistas comprovam que estamos prontos para o futuro, sempre com foco em pessoas, eficiência e no desenvolvimento sustentável, o qual é impulsionado pela nossa baianidade e zona de influência que abrange até 9 estados brasileiros”, comemora Demir Lourenço, diretor executivo do Tecon Salvador.

Hoje, o Tecon Salvador é importante elemento para atração de investimentos e novos negócios para as regiões Norte e Nordeste do país. Recebe as principais linhas que escalam o Brasil, oferecendo serviços semanais para todos os mercados do mundo a partir de nove grupos de armadores. O terminal conta com infraestrutura similar às dos maiores portos do mundo, com logística 4.0 e equipamentos de alta tecnologia, incluindo três STS New Panamax, três Super Post-Panamax, três STS Panamax e 16 RTGs elétricos, todos com sistema regenerativo de energia.

Mais Recentes

CONTATO

Fale conosco!

Copyright 2021 © AC COMUNICAÇÃO | Todos os Direitos Reservados