Moura Dubeux tem recorde de lançamentos e vendas em 2022

Incorporadora registrou, no ano passado, R$ 1,9 bilhão em lançamentos e R$ 1,3 bilhão em vendas. É o melhor resultado em sua história de quatro décadas no mercado nordestino. Também apresentou geração de caixa pelo terceiro exercício consecutivo.

Em prévia operacional referente ao quarto trimestre de 2022, protocolada na tarde desta segunda-feira, 16 de janeiro, na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a Moura Dubeux reportou o lançamento de três projetos no período: Arborê e Casa Boris em Fortaleza, no Ceará, e Beach Class Wave, em Pernambuco, somando 976 unidades, com valor geral de vendas (VGV) bruto de R$ 684 milhões e líquido de R$ 560 milhões.

Com isso, a companhia encerrou 2022 com 12 empreendimentos lançados, totalizando 3.336 residências, VGV bruto de R$ 2,2 bilhões e líquido de R$ 1,9 bilhão. O valor representa crescimento de 68,1% em relação a 2021. Marcello Dubeux, CFO da empresa, salienta, ainda, que houve geração de caixa pelo terceiro ano consecutivo. No quarto trimestre, o valor foi de R$ 7,3 milhões e no acumulado do ano, R$ 68,4 milhões.

“Embora o volume de vendas e adesões líquidas, de R$ 274 milhões nos últimos três meses de 2022, tenha significado redução de 19,4% em relação a igual período de 2021 e 23,9% na comparação com o trimestre imediatamente anterior, o resultado anual, de R$ 1,3 bilhão, com crescimento de 2,5% ante o ano de 2021, foi o melhor de nossa história”, ressalta o executivo.

O CFO também relata que, no quarto trimestre, foram adquiridos quatro terrenos, que, somados, têm VGV bruto de R$ 1,7 bilhão. “Encerramos o ano com nosso landbank bem equilibrado entre as praças de atuação, considerando nosso planejamento estratégico para os próximos exercícios”, ressalta, acrescentando: “A Moura Dubeux acumula 61 terrenos, com potencial de VGV bruto de R$ 8,4 bilhões”.